Seja bem vindo – Blog do Rodrigo Cabeção

Novembro Azul

20151105024552

Depois de inúmeras ações para comemorar o Outubro Rosa, que chamou a atenção de mulheres para a prevenção do câncer de mama, o foco agora são os homens. No mês de novembro, todo o mundo se une em prol da Campanha Novembro Azul, cujo objetivo é alertar a classe masculina sobre a importância do exame para detectar o câncer de próstata – glândula do sistema reprodutor que armazena os líquidos.

Pesquisa da Sociedade Brasileira de Urologia (SBU), que entrevistou cinco mil homens em 2013, revelou que 47% dos entrevistados nunca realizaram exames para detectar o câncer de próstata, 44% jamais se consultaram com o urologista e 51% nunca fizeram exames para aferir os níveis de testosterona (hormônio masculino) no sangue.

De acordo com o urologista Tibério Moreno Júnior, os homens devem fazer exames de prevenção regularmente, a partir dos 50 anos. “O exame rotineiro de próstata compreende o exame de sangue e o toque retal. A conjunção desses dois exames nos dá uma acurácia em torno de 90% da suspeita do câncer de próstata”, explica.

Moreno Júnior aponta também que o exame de toque é importante porque é a partir dele que se detectam os tumores da doença quando ainda estão em fase inicial. “O tumor avança e pode crescer e chegar no ponto de invadir órgãos adjacentes. Os tumores no estágio inicial a gente tem como tratar e curar, com chance de cura altíssima”, destaca o médico.

Os homens que estão na idade de risco também devem ficar atentos a possíveis sintomas da doença, como dificuldade de urinar ou diminuição da força do jato da urina, por exemplo. Além de hospitais, os exames preventivos também podem ser realizados em postos de saúde.

Fonte: G1

Greve dos bancários fecha agências nesta terça-feira

Agências bancárias em vários estados do país amanheceram cobertas de cartazes e devem ficar fechadas a partir desta terça-feira (6). Após assembleias realizadas na semana passada, os bancários decidiram entrar em greve por tempo indeterminado, segundo a Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT).

Segundo a Federação Brasileira de Bancos (Febraban), os clientes poderão fazer saques, transferências e outras operações por canais alternativos de atendimento, como caixas eletrônicos, internet banking, aplicativos no celular (mobile banking), telefone, além de casas lotéricas, agências dos Correios, redes de supermercados e outros estabelecimentos credenciados.

Os bancários pedem reajuste salarial de 16% com piso de R$ 3.299,66. A Fenaban apresentou uma proposta de reajuste de 5,5%, com piso de R$ 1.321,26 a R$ 2.560,23 (veja mais detalhes sobre as reivindicações e a proposta dos bancos no final da matéria). A proposta foi rejeitada pela categoria nas assembleias da última quinta-feira (1).

Na última sexta-feira (2), o Comando Nacional enviou um oficio à Fenaban, para oficializar a aprovação de greve nacional unificada pela categoria.

De acordo com a Federação dos Trabalhadores do Ramo Financeiro dos Estados do Rio de Janeiro e Espírito Santo (Fetraf-RJ/ES), a paralisação dos trabalhadores vai atingir agências em todas as regiões do estado fluminense. O Sindicato dos Bancários do município também comunicou adesão à greve em seu site e redes sociais.

Entra em vigor FGTS obrigatório para trabalhadores domésticos

Começa a valer nesta quinta-feira (1º) a obrigação dos empregadores de pagar aos trabalhadores domésticos o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), além de outros direitos. Até então, esse benefício era opcional.

Os novos direitos estão previstos na chamada PEC das Domésticas, lei que foi aprovada em abril de 2013. Mas eles só foram regulamentados no último mês de junho, e apenas agora começam a valer.

O governo federal divulgou, no site do eSocial, uma cartilha com orientações para os empregadores de trabalhadores domésticos. Entre as informações do documento estão detalhes sobre a implantação do Simples Doméstico, que define um regime unificado para pagamento de todos os tributos e demais encargos, inclusive FGTS.

Com a entrada em vigor desses direitos, o empregador terá obrigatoriamente que cadastrar seus empregados nos site do eSocial. O primeiro pagamento nesse novo modelo, referente a outubro, deverá ser feito até 7 de novembro.

A cartilha divulgada pelo governo disponibiliza um passo a passo para fazer o cadastro de empregado e empregador (veja mais abaixo). Já os detalhes para registrar a folha de pagamentos e fechamentos de mês serão disponibilizadas em “uma versão futura”, segundo o governo.

TSE rejeita pedido de registro do Partido Nacional Corinthiano

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) rejeitou na manhã desta quinta-feira (24), por unanimidade, o pedido de registro do Partido Nacional Corinthiano (PNC). Os ministros verificaram que o partido não apresentou a documentação necessária para a oficialização da nova legenda e, por isso, os fundadores deverão fazer um novo pedido com todos os requisitos necessários.

Entre as várias exigências, um novo partido precisa comprovar apoio mínimo de ao menos 486 mil eleitores e diretórios em ao menos nove estados do país.

O Partido Nacional Corinthiano iniciou sua criação em agosto do ano passado e, em seu site, se define como um “movimento de cidadãos e não de políticos profissionais ou homens de aparelho”.

“Perseguimos os mesmo objetivos lançados como alicerce do movimento denominado “democracia corinthiana” implantada no Sport Club Corinthians Paulista por lideranças como Sócrates, Casagrande, Wladimir, dentre outros no início da década de 80, portanto há mais de 30 anos atrás”, afirma o presidente do partido em formação, Juan Antonio Moreno Grangeiro.

Durante a sessão que analisou o pedido no TSE, o presidente da Corte, Dias Toffoli recomendou a rejeição por considerar que a legenda “não apresentou nada”. “Não apresentou nada, indefere”, disse o ministro ao relator do caso, Henrique Neves.

Apesar de ter sido pautado para a sessão desta quinta, o PNC pediu que o processo fosse suspenso para poder apresentar os documentos posteriormente.

O corregedor nacional da Justiça Eleitoral, João Otávio de Noronha, chamou a atenção para o risco de, mantido o pedido em tramitação, o novo partido pudesse futuramente buscar o registro com as exigências da lei atual. “Nenhum efeito jurídico produziu. Porque amanhã vai dizer: ‘protocolei na lei anterior'”, disse.

Ainda durante a sessão, o ministro Gilmar Mendes disse que tinha muita expectativa em analisar o pedido. “Tendo em vista o programa desse partido, até fiquei com medo de haver um tipo de hiper-representação, acho que ele ocuparia lugares de partidos que já estão em atividade aí no país”, brincou o ministro, que é torcedor declarado do Santos.

Ele adiantou que se o processo corresse, pediria vista (mais tempo para analisar o caso).

De acordo com levantamento do “Ibope”, o Corinthians conta com a segunda maior torcida entre os clubes de futebol do país. A pesquisa aponta que são cerca de 27,3 milhões de torcedores no Brasil.